Páginas

quarta-feira, 12 de março de 2014

A lenda do Casillero del Diablo



Vinho com tradição internacional, Casillero del Diablo é o rótulo mais emblemático da vinícola Concha y Toro. Sua história remonta há mais de cem anos no Chile, quando Don Melchor de Concha y Toro, fundador da viña, reservava para si próprio uma parte exclusiva dos melhores vinhos produzidos por ele. Porém, com o tempo, algumas garrafas estavam desaparecendo misteriosamente.



Para explicar o sumiço e evitar novos furtos, Melchor lançou o boato de que o Diabo habitava a adega. Rapidamente a história se espalhou e as garrafas ficaram bem protegidas. Além de levar medo aos possíveis ladrões, a lenda se transformou em marca da bebida, conhecida hoje como “a lenda do vinho”, contribuindo para a sua fama e reconhecimento internacional.


A vinícola possui outros vinhedos e cultiva as uvas Carmenere, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Merlot, Pinot Noir, Semillon, Gewurztraminer

Junto as parreiras sao plantadas roseiras, porque elas sao as primeiras a serem atingidas pelas pragas. Assim, há tempo de se acabar com as pragas antes que atinjam as parreiras.

Dentro da vinícola há a casa de Don Melchor, cercada de jardins, com um lago e muitas roseiras.

A vinícola possui  moderna tecnologia em equipamentos de refrigeração, tanques de aço inoxidável, filtros barris de carvalho americano ou encina francesa. A Concha y Toro produz 100 milhões de litros de vinho por ano.


Em 1891, Don Melchor criou um dos vinhos mais conhecidos no mundo: o Casillero Del Diablo.

Os vinhos Don Melchor e Casillero del Diablo sao apenas algumas das marcas produzidas pela Concha y Toro. Outras sao o Reservado, Frontera, Travessia, Terrunyo, Amelia, Trio, Marques de Casa Concha e Almaviva, um ícone dos vinhos chilenos.


Vídeo sobre a Lenda (em espanhol):









Compartilhe : :

Patrocinio